...

Prevenindo o AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como derrame, é uma condição em que há comprometimento de uma região cerebral devido a falta de irrigação (isquemia) ou devido a sangramento (hemorrágico).

A maioria dos AVC é do tipo isquêmico - 85%. Ocorre uma obstrução nas artérias que levam sangue e nutrientes para os neurônios de uma determinada região. Em conseqüência, estes neurônios morrem e deixam de exercer suas funções, que se manifestam por fraqueza, perda de sensibilidade, dificuldade de fala, comprometimento visual, entre outros sintomas.

No tipo hemorrágico, ocorre uma ruptura da artéria, e o sangramento decorrente disto também causa a morte de neurônios. Este tipo ocorre em cerca de 15% dos casos de AVC.

O AVC é mais freqüente em pessoas idosas. A idade e o sexo masculino são fatores de risco não modificáveis. A hipertensão arterial sistêmica, o diabettes mellitus, a dislipidemia (colesterol alto), a obesidade, o tabagismo, o etilismo, o sedentarismo (falta de atividade física) são fatores de risco modificáveis. Portanto, é importante que todas as pessoas se informem e criem hábitos que permitam uma vida com menos chance de doenças e conseqüentemente mais feliz.

Ficam as dicas:

1. Pratique atividade física regularmente. Qual? A que você gostar e sua saúde permitir. O importante é a regularidade, precisamente 4 a 5 vezes por semana.
2. Cuide da alimentação. Não é só uma questão estética. Manter o peso ideal proporciona bem estar e permite uma qualidade de vida cada vez melhor. Prefira alimentos naturais, sem conservantes e pouco gordurosos. Mantenho o bom senso e evite os excessos.
3. Evite o abuso do álcool e o tabagismo.
4. Diminua o estresse. Faça atividades relaxantes semanalmente.
5. Controle a pressão arterial e a glicemia. Manter acompanhamento regular e o uso contínuo das medicações são as melhores formas de controlar a hipertensão arterial e o diabetes.
6. Pessoas com problemas de saúde específicos - cardiopatias, doenças hematológicas, doenças reumatológicas - devem pedir orientação para medidas de prevenção com seus médicos assistentes.
7. Para mulheres acima de 35 anos e que usam anticoncepcionais hormonais orais é muito importante que não fumem. A associação entre tabagismo e anticoncepcionais hormonais pode aumentar a chance de eventos trombóticos, que incluem o AVC.
8. Cuide-se ! Sua vida é muito preciosa !