...

Crises epilépticas ? O que saber para ajudar

As crises epilépticas são distúrbios transitórios da função cerebral causadas por descargas neuronais anormais. Já epilepsia é um conjunto de desordens caracterizadas pelas crises recorrentes. A prevalência na população geral é em torno de 1% e a probabilidade de uma crise convulsiva ocorrer durante a vida é em torno de 3%.


Existem várias causas para crises epilépticas podendo ser separadas em dois grandes grupos : crises devido desordem neurológica primária ( crises febris benignas, epilepsia sintomática, meningite, encefalite) ou crises devido desordens sistêmicas (hipoglicemia, baixos níveis de sódio, insuficiência renal, febre, infecções). Só as avaliações clínica e neurológica podem definir a causa com segurança.
Por isso, o mais importante ao presenciar crises epilépticas é :
1. Manter a calma;
2. Pedir ajuda especializada (bombeiros, paramédicos, SAMU)
3. Deitar a pessoa no chão e esperar a crise terminar.
4. Afastar objetos que possam machucar a pessoa durante os abalos musculares;
5. Virar o rosto da pessoa para o lado para eliminar o excesso de saliva (que não é contagiosa)
Também é importante saber o que NÃO fazer nestas situações:
1. Desesperar-se;
2. Colocar objetos ou enfiar os dedos na boca do paciente para desenrolar a língua
3. Dar qualquer medicação ou substância.
Assim que possível, a pessoa deve ser removida a uma unidade de saúde para atendimento clinico emergencial e os familiares devem ser comunicados, porque muitas vezes têm informações fundamentais.